Testo


Namo Kuan Shih Yin Pu Sa
Fatima dos Anjos - Portal Arco Íris


Bem Vindos

Bem Vindos ao Portal Arco Íris - Kuan Yin

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

SUTRA DO LÓTUS


SUTRA DO LÓTUS

Nobre Soberano do Mundo Perfeito, Rogo-lhe que agora manifeste
O motivo de ser chamada Kuan Shih Yin
Esta sagrada Bodhisatva
A isto o Ser Perfeito replicou
Proferindo esta canção:

Os ecos de seus feitos sagrados Ressoam pelo mundo todo
Tão vastos e profundos os seus votos
Quando, após incontáveis eternidades
A serviço de multidões de Perfeitos,
Ela anunciou seu puro desejo
(De libertar os seres aflitos).

Agora ouça atentamente o que aconteceu:
Ouvir o seu nome ou ver a sua forma,
Ou recitar fervorosamente o seu nome,
Liberta os seres de toda aflição.

Se para o interior de uma fornalha ardente
Você fosse empurrado para morrer;
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Transformaria em água as chamas!

Se você estivesse sem rumo sobre o mar,
Com dragões e demônios à sua volta;
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Pouparia você das ondas famintas!

Suponha que algum inimigo o empurrasse
Para baixo do Monte Sumeru;
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
E, como o sol, você pairaria no espaço.

Fosse você perseguido por homens maus
E esmagado contra a Montanha de Ferro:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
E nem um fio de seu cabelo seria arrancado.

Se você estivesse em meio a um bando de ladrões
Com facas cruéis erguidas para matar:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
E a piedade conteria os seus golpes

Suponha que o Rei esteja irado com você,
A espada do capataz erguida para ferir:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Partiria a espada em pedaços.

Estivesse você confinado pelos muros de uma prisão,
Pulsos e tornozelos presos por correntes:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Instantaneamente provocaria alívio.

Se você absorvesse um gole fatal
E agora estivesse a ponto de morrer:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Anularia o efeito do veneno.

Se você fosse cercado por maus espíritos raksa,
Dragões perniciosos, ou a algaravia dos demônios:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
E ninguém ousaria ofendê-lo.

Se bestas selvagens o pressionassem
Com presas medonhas, garras ferozes:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Fá-las-ia correr desnorteadas.

Se serpentes cruzassem o seu caminho
Exalando fumaça nociva e chamas:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Fá-las-ia desaparecer tão rápido como o som.

Se o trovão ribombasse e o raio faiscasse,
Ou chuvas terríveis caíssem sibilando:
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Imediatamente aquietara a tempestade.

Embora os seres oprimidos por aflições cármicas
Suportem inumeráveis sofrimentos:
A milagrosa percepção de Kuan Yin
Capacita-a a expiá-los, todos.

Imbuída de poder sobrenatural
E sábia na utilização dos recursos:
Em cada canto do mundo
Ela manifesta suas incontáveis formas.

Sejam quais forem as nuvens negras acumuladas,
Os demônios gerados no inferno, as bestas selvagens:
Os males do nascimento, idade, doença, morte,
Kuan Yin os destruirá, um a um.

Verdadeira Kuan Yin! Pura Kuan Yin!
Imensuravelmente sábia Kuan Yin !
Misericordiosa e cheia de piedade,
Sempre esperada e venerada!

Ó Esplendor imaculado e radiante!
Ó Sol da Sabedoria que afasta as trevas!
Ó Vencedora da tempestade e das chamas!
Sua glória ocupa o mundo!

Sua piedade é um escudo contra o raio,
Sua compaixão forma uma nuvem magnífica
Que, enviando o néctar do Dharma em forma de chuva,
Extingue as chamas do infortúnio.

Àqueles enredados no litígio
Ou que tremem no meio de multidões,
Ali irá o pensamento do poder de Kuan Yin
E todo o ódio será dispersado.
O som misterioso do nome de Kuan Yin
O som misterioso do nome de Kuan Yin
É sagrado como o estrondo do oceano:
Sem par, no mundo
Portanto, devemos dizê-lo sempre.
Recorra a ele, nunca duvide,
Kuan Shih Yin: som puro e sagrado;
Para os que se encontram tomados de pânico,
É um apoio que nunca vacila.
À perfeição de seus méritos,
À compaixão de seu olhar,
A infinitude de suas bênçãos,
Com adoração, curvamos nossas cabeças!


(poema extraído do livro Renascer na Luz com Kuan Yin - de Maria Susana Dieter)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...