Testo


Namo Kuan Shih Yin Pu Sa
Fatima dos Anjos - Portal Arco Íris


Bem Vindos

Bem Vindos ao Portal Arco Íris - Kuan Yin

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

SUTRA DO LÓTUS


SUTRA DO LÓTUS

Nobre Soberano do Mundo Perfeito, Rogo-lhe que agora manifeste
O motivo de ser chamada Kuan Shih Yin
Esta sagrada Bodhisatva
A isto o Ser Perfeito replicou
Proferindo esta canção:

Os ecos de seus feitos sagrados Ressoam pelo mundo todo
Tão vastos e profundos os seus votos
Quando, após incontáveis eternidades
A serviço de multidões de Perfeitos,
Ela anunciou seu puro desejo
(De libertar os seres aflitos).

Agora ouça atentamente o que aconteceu:
Ouvir o seu nome ou ver a sua forma,
Ou recitar fervorosamente o seu nome,
Liberta os seres de toda aflição.

Se para o interior de uma fornalha ardente
Você fosse empurrado para morrer;
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Transformaria em água as chamas!

Se você estivesse sem rumo sobre o mar,
Com dragões e demônios à sua volta;
Um pensamento sobre o poder protetor de Kuan Yin
Pouparia você das ondas famintas!

BODHICITTA E AÇÃO



BODHICITTA E AÇÃO

No geral, a própria noção de inimigos é que é o principal obstáculo à bodhicitta*. Se pudermos transformar um inimigo em alguém por quem sentimos respeito e gratidão, então nossa prática vai naturalmente progredir, como água fluindo por um canal aberto na terra.

Ser paciente significa não ficar raivoso com aqueles que nos prejudicam e, no lugar disso, ter compaixão por eles. Isso não é dizer que devemos deixá-los fazer o que quiserem.

Nós tibetanos, por exemplo, temos sofrido grandes dificuldades nas mãos dos outros. Mas se ficamos raivosos com eles, só podemos ser os perdedores. É por isso que estamos praticando paciência. Mas não deixaremos a injustiça e a opressão seguirem sem ninguém notar.
S.S. Dalai Lama (Tibete, 1935 ~)
"A Flash of Lightning in The Dark of Night"

* bodhicitta: a mente da iluminação. No nível relativo, é a aspiração de alcançar o estado búdico para o bem de todos os seres, e a prática necessária para isso (do glossário do mesmo livro)

EXPANSÃO DO AMOR UNIVERSAL


EXPANSÃO DO AMOR UNIVERSAL


No coração repousa uma jóia perfeita. Os ventos da experiência levarão o homem a despertar para o seu brilho radiante e alegre, partilhando de forma real e exata a sua luz ente si e com o mundo.

Mas a irradiação do Amor é uma tarefa exigente: implica sabedoria, ritmo, precisão, silêncio e consciência purificada. Um peregrino que assuma a evolução superior tem diante de si uma senda infinita, onde múltiplas leis ocultas se entrelaçam para o estimular, provar, fortalecer e instruir, levando-o, finalmente, no silêncio das Câmaras Internas à consagração.
Continuamente somos estimulados e ampliados na nossa capacidade de, acima de tudo, AMAR. Cada momento e cada situação convergem para nos levar a um nível mais elevado na escala do AMOR.

Mas o que significa, realmente, amar? O que significa unir? Unir como os homens unem ou unir como o Divino nos busca revelar? Qual a diferença entre a necessidade de união humana e a necessidade de união divina? Como realizar a Unidade no mundo?

A Senda do Amor parece conter dois elementos complementares: Intensidade e Qualidade.

A Intensidade corresponde ao aspecto magnético e aglutinador do amor: coesão e união vibratória entre dois seres ou conjunto de seres. Está ligado ao impacto das energias cósmicas vibrando a Unidade diretamente sobre o nosso veículo emocional. A intensidade resulta da Fonte Única, em seu avassalador e terrível poder de amar e da força totalizante em nós criando ímpeto para tudo unir, negando-nos à ilusão da multiplicidade, para afirmar a verdade maior no tempo.

A Qualidade corresponde ao aspecto Sabedoria, Percepção Cósmica, ligado ao impacto da Radiação de Amor sobre o centro intuitivo. A qualidade do Amor estrutura a nossa irradiação segundo a natureza profunda da origem divina energia cósmica e aperfeiçoa a nossa real motivação perante a contínua tarefa de transmissão-emanação.

O ato de amar não é estático. A cada momento a necessidade de teus irmãos altera-se, eleva-se e refina-se.
É necessário vigilância: Que tipo de amor necessita o teu irmão a cada momento? Um amor ligado à cristalinidade? Um amor ligado ao magnetismo? Um amor-balsâmico? Um amor que se exprime pelos sentidos sob a forma de afeto? Ou um amor que, perante o perigo, se eleva como uma espada entre a consciência e o retrocesso?

terça-feira, 25 de outubro de 2016

O poder da intuição


O poder da intuição

A intuição se manifesta como uma impressão sentida como fruto da percepção emocional. Ela se apresenta de forma instantânea e quase global, sem detalhes e quase obscura, revelando-se com força total e capaz de acionar o alarme sobre um fato, criando a certeza da escolha. Uma certeza de um fato ainda futuro, que ajuda o indivíduo a se proteger contra conseqüências negativas. Essa escolha permite a tomada de decisões mais esclarecidas frente a um número determinado de possibilidades; e a colaboração do raciocínio, nesse momento, vem a ser de muita valia para fortalecer as bases da escolha feita a partir da intuição, operando ambas em forma de equilíbrio.

  
Além dessas conseqüências imediatas do fator intuição, outras considerações são percebidas, fundamentalmente, no nível da influência que ela exerce em relação aos outros. A intuição atua como uma grande conselheira e nos convida a nos importar com o próximo, fazendo valer na prática um sentimento de imenso valor interpessoal, como a empatia, nome dado a esse sentimento que implica “um solidarizar-se com o outro”.
  

Para melhorar o seu poder de intuição, procure ter alguns momentos de silêncio. Normalmente é durante esses momentos que você promove o encontro com seu “artista interior”, isto é, quando você se destina a atividades como escrever seu diário ou desenhar, criam-se as ocasiões ideais para ouvir a voz interior. Lembre-se que intuição (intui), into, significa “indo para dentro”. Nada podemos ouvir, se não nos propusermos a ouvir. Uma das condições favoráveis para isso é o silêncio. É só por meio dele que podemos ouvir a mensagem que ainda está oculta, escondida nos labirintos da nossa vida inconsciente.
  

Procure conscientemente desligar seu hemisfério esquerdo, utilizando as técnicas do nosso método que são ideais para produzir esse efeito. E por que isso é necessário? Porque o lado esquerdo atua como um censor, agente bloqueador por excelência, e dono da voz do julgamento. Exerce domínio quase total sobre nossa vida e, ainda, tem a capacidade de anular os insights provenientes do contato com a intuição.
Respeitar e procurar conhecer a linguagem da intuição é de grande valor para a interpretação da linguagem não verbal, já que desvenda sentimentos ocultos por meio de gestos, posturas e expressões facilmente detectáveis aos olhos de um observador experiente. Essa tarefa é difícil de ser realizada para aqueles que depositam toda a sua capacidade de compreensão, levando em conta apenas as palavras.
  

Diante de eventos interpessoais, devemos nos deixar orientar pelo fluxo intuitivo que consiste em formular perguntas claras, a fim de expandir o nível de empatia, elucidando, assim, a dúvida e a ambivalência. A força da intuição é um auxílio eficaz para o nosso cérebro que, mecanicamente, tende a fazer escolhas negativas. Para evitar a prevalência dessa influência, a formulação de perguntas claras e o exercício da atitude da prática da solidariedade gerados pela empatia tornam-se aliados de extrema importância.
Assim como perguntas claras evitam as conseqüências negativas da ambivalência, estabelecer correlações emocionais mais claras acarretam o mesmo efeito, ou seja, um comportamento transparente.

  
Aprofunde sua experiência. Para atingir o estado de profundidade, é indispensável estar atento e concentrado. Mergulhe fundo, naturalmente, e sem o emprego da força; ultrapasse seus limites de forma natural, expandindo suas possibilidades e rompendo a fronteira do medo. A capacidade de ousar existe em todos nós, porém é esquecida pela sociedade que, por meio de diferentes formas de manipulação, cria limites inexistentes no terreno do potencial humano, resultando no surgimento de crenças negativas que impedem as pessoas de fazer novas descobertas e conhecer novas dimensões existentes. As crenças negativas atuam como um agente corrosivo, destruindo as infinitas possibilidades que ainda nos são oferecidas.

Trecho do livro "Acessando o Hemisfério Direito do Cérebro", de Lidia Peychaux
por: Fatima dos Anjos





ANCORANDO NO AMOR



ANCORANDO NO AMOR

“A Consciência oferece escolha.
A Escolha oferece o caminho do retorno.”

A separação da realidade sagrada de Deus pode acontecer de maneiras óbvias ou sutis. Ela pode acontecer por causa dos pensamentos e crenças que a pessoa começa a manter a um nível mental e ela também pode acontecer porque o coração começa a contrair e a se fechar para a sua própria capacidade intrínseca de amar. Frequentemente, estes dois seguem juntos.

A presença de uma energia de trevas que remove alguém da realidade sagrada nem sempre é conhecida pelo eu consciente. Geralmente, sentimentos de rejeição ou de julgamento em relação a outros, de irritabilidade ou crítica, parecem ser justificados pelas circunstâncias externas. É esta justificativa que afasta do amor e que é o terreno no qual a energia da escuridão se apega. Tal justificativa perpetua o comportamento que é irado, crítico, irritadiço ou aversivo, e não permite que se perceba que há uma escolha que é possível em tais situações. Pode-se escolher retornar ao amor e abandonar o terreno das trevas.

A fim de fazer esta mudança, duas coisas são necessárias: a disposição de deixar ir as emoções que não mais são amorosas e solidárias com os outros, e o sentimento de que Deus irá apoiar a própria vida se decidirmos liberar estas emoções. Como uma parte fundamental desta mudança, a autoproteção que é em grande parte mantida através de atitudes emocionais, torna-se substituída por um retorno a Deus para toda a proteção. No lugar da confiança, defesas emocionais podem ser liberadas e uma escolha pode ser feita para o amor.

É uma assinatura das energias das trevas elas serem incompatíveis com o amor. Onde o amor existe, a escuridão deve se retirar. Similarmente, onde os verdadeiros sentimentos de santidade existem, a escuridão também deve se retirar. Estas duas possibilidades de sentimentos abrem o coração para a entrada das dimensões superiores da luz e impedem de responder ao impulso de deixar a realidade sagrada de Deus sem ter consciência disto.

Por esta razão, é importante notar quando e onde o amor parte, e saber que o próprio coração tem o compromisso de permanecer fiel ao amor, ainda que circunstâncias externas possam parecer adversas. Tal é o mandato dado a cada alma humana pelo Pai e Mãe Divina. Este mandato de amor é uma parte intrínseca da Aliança Sagrada que as almas fizeram no início dos tempos, e a sua ancoragem é parte do que liberta a alma para que ela se torne a sua própria natureza Divina.

A ancoragem no amor liberta a alma encarnada da escuridão e impede o tipo de rancor, de conflito e de separação que tão frequentemente ocorre onde as trevas estão operando. A ancoragem no amor está fundamentada no compromisso perpétuo de permanecer fiel à Aliança de Deus, não importa que motivos possam aparecer para não sustentar tal fidelidade. Esta ancoragem é a maior proteção contra as forças que impediriam de reconhecer, sentir e conhecer o próprio Eu Divino.


 Julie Redstone
Fonte: http://lightomega.org/Ind/Pure/Anchoring-in-Love.html
 Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
por: Fatima dos Anjos

Agradecemos a inclusão deste blog em seu compartilhamento.
http://kuanyinportalarcoiris.blogspot.com.br/


╚══►Venham conhecer comunidade do Portal Arco Íris no facebook o link é:



O PODER INESPERADO DA GRATIDÃO


O PODER INESPERADO DA GRATIDÃO

Na movimentação rápida do mundo de hoje, qualidades como gratidão parecem pertencer a outra época - um tempo mais simples quando a vida movia em um ritmo mais lento e havia tempo para apreciar tudo.
Mas ainda, aparentemente dentro desta qualidade de som manso encontra-se uma tremenda fonte de energia que pode reformular radicalmente a forma como você olha para o mundo.

O QUE O AGRADECIMENTO PODE FAZER POR NÓS:

Coloca as coisas em perspectiva:
Os seres humanos têm essa propensão de auto-derrota em deixar as coisas ruins da vida encher a nossa visão mental, e não deixam espaço para as coisas boas, uma tendência refletida e perpetuada pela televisão e jornais.
Muitas vezes é preciso apenas uma coisa ruim acontecer para nos debruçar sobre aquilo e ficar deprimido, sem ao menos se importar com quantas coisas boas estão acontecendo.
No cultivo de uma prática diária da gratidão, começamos a reverter esse processo e obter uma perspectiva real de vida.

Nos eleva acima das ondas e marés da vida:


PERDÃO



INVOCANDO A CHAMA VIOLETA
Através  da Amada Presença de Deus, EU SOU, agora resplandecendo em meu coração,  eu invoco TODAS as Legiões da Luz através do Infinito que estão  associadas às freqüências da 5ª Dimensão da Chama Violeta.
No  meu interesse e de TODA a Humanidade, EU SOU agora resplandecendo as  freqüências da 5ª Dimensão da Chama Violeta, através de cada partícula e  onda atômica e sub atômica de Vida na Terra que esteja vibrando a uma  freqüência inferior à harmonia e ao equilíbrio de Deus.
Amado  EU SOU, cuide de minha vida e das vidas de TODA a Humanidade e veja o  que ainda permanece para ser equilibrado por nós para qualquer pessoa,  lugar, condição ou coisa que possamos ter prejudicado em qualquer  momento, de qualquer modo ou por qualquer razão.
Estenda  as suas grandes e amorosas mãos de Luz em toda a energia positivamente  qualificada que tenhamos liberado através de nossas permanências  terrenas, e suscite mil vezes tanta perfeição quanto já tenhamos feito  de errado.
Forme  a partir desta substância de perfeição, uma Dádiva de Amor e aquilo que  for necessário para equilibrar cada débito que tenhamos criado, que  ainda permaneça não saldado com qualquer parte da Vida.
Amado  EU SOU, eu lhe peço que perdoe cada pessoa, lugar, condição ou coisa  que possa nos ter prejudicado de qualquer modo, e equilibre todas as  dívidas a nós devidas pela Vida em todos os lugares.
Eu aceito isto feito através do Poder EU SOU de Deus. E assim é.



CHAMATRINA
EU SOU CO-CRIANDO A NOVA TERRA



segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Os Dez Votos de Kwan Yin



Os Dez Votos de Kwan Yin
Om Avalokiteshvara, Eu me refugio na tua misericórdia.

Possa eu seguir as tuas pegadas
E ser compassivo com todos.
Ó grande Mãe da Misericórdia
Mãe Eterna
Kuan Yin, Kannon, Tara,
Abraço a tua senda
E os dez votos sagrados.
Possa eu compreender rapidamente todo o Dharma
da sabedoria e da libertação.
Possa eu em breve alcançar o penetrante,
e perspicaz olho da sabedoria.
Possa eu salvar rapidamente
toda a vida senciente.
Possa eu em breve alcançar o upaya,
esse poder do amor e da compaixão do ser
tudo para todos e conduzi-los à iluminação.
Possa eu embarcar rapidamente no barco prajna e
alcançar a margem da sabedoria perfeita.
Possa eu em breve transcender o samsara,
o mar amargo do sofrimento.
Possa eu rapidamente alcançar os preceitos, a
meditação constante e o Tao do Buda.
Possa eu em breve ascender
à montanha do Nirvana.
Possa eu rapidamente alcançar a essência
incondicional do Buda.
Possa eu em breve unir-me ao Dharmakaya.
Om Namah Avalokiteshvara,
Refugio-me na tua misericórdia.

Om Mani Padme Hum

domingo, 23 de outubro de 2016

SUTRA DE RENOVAÇÃO DE KUAN YIN

SUTRA DE RENOVAÇÃO DE KUAN YIN

 Desejo ardentemente que todos vocês possam trazer muita Luz, Paz, Amor e Compaixão, através da prática e/ou leitura desse Sutra que recebi de presente de nossa Amada Mãe Kuan Yin.
Que as bênçãos desta mãe amorosa vos tragam um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo!

Sutra de Renovação
Invocação

Em nome e pelo poder da Presença de Deus Pai-Mãe "EU SOU" em mim e em todos os irmãos na família do homem do meio do mundo, convido e invoco a Poderosa Hoste Angélica, os Espíritos Brilhantes e os Agentes dos Atributos de Deus para que desçam através das flutuações quânticas do éter AQUI e AGORA!
Invoco a Sagrada Presença da Chama Violeta para que aja AQUI e AGORA em meu mundo, em meus sentimentos, emoções, pensamentos e ações!

Palavras de Mãe Kuan Yin

Filhos e Filhas sagrados em meu coração, eu vos saúdo nesse espaço e tempo na Luz Violeta da Transmutação!
Chamai-me, invocai-me assim que desejar e precisar, pois estou convosco todos os dias!
E enquanto elevo meus olhos com consciência a Deus Pai-Mãe, eu peço que vos elevem também em consciência e entoem 36 vezes o mantra que me foi conferido como Chave Tônica de vossa cura:

NA-MO KUAN TZU TSAI P' U-SA

(pronúncia: NAH-MOO GUAN DIZUU DIZII PUU-SSAA)

Amados, repeti esse mantra em vosso dia, pois assim estareis em sintonia com todos os bodhisattwas da Compaixão!

Eu vos Amo!

Kuan Yin


SUTRA DAS TRINTA E TRÊS MANIFESTAÇÕES DE KUAN YIN



Tomar refúgio
Hoje e sempre conscientemente
Tomo refúgio em Kuan Yin, nos Ensinamentos e no Caminho (3x)

Gerar Luz
Que por minhas ações, palavras e pensamentos
Possa eu me tornar iluminado em Bodhichita Kuan Yin
Para o beneficio de todos os seres para que estes
Se libertem do sofrimento,
Alcance a felicidade,
Sejam equilibrados e se desapeguem de seus sentimentos negativos.

Convite à Kuan Yin
Da Montanha Sagrada da Terra Pura
Nascida do lótus dourado
Tu ó Magnifica Mãe
Que liberta as almas dos mundos inferioires
Venha a nós com seus auxiliares
Adornada de flores silvestres
Aquietar nossos corações
Dos apegos e da morte.

Prostração
Diante de Ti ó Grande Kuan Yin
Curvam-se deuses, semideuses, devas, anjos, sere humanos
A Teus formosos pés
Ofertamos nosso coração
A Ti, Mãe da Compaixão,
Eu me prosto e reverencio.

Homenagem as 33 Manifestações de Kuan Yin

1-Louvor à Kuan Yin do Destemor
Homenagem à Kuan Yin, a compassiva, a Mãe

Cujas mãos são como flor de lótus,
Cujos olhos são como estrelas incandescentes,
Que nasceu do Lótus Dourado,
Nascida da Luz Cristalina de Potala.
Mãe da terra, do mar e do vento.


2-Louvor à Kuan Yin do Ramo de Salgueiro
Homenagem a Ti, que carregas o ramo de salgueiro

Que simboliza a pureza,
Seu vento é norte, frio e purificador,
Símbolo de imortalidade e ressurreição,
Símbolo do verdadeiro amor.



A Salvadora Compassiva



Mestra Ascensa Kuan Yin
A Salvadora Compassiva

Kuan Yin é a Salvadora Compassiva do Leste. Por todo o Oriente altares dedicados a esta Mãe da Misericórdia podem ser achados em templos, casas e grutas nos caminhos. Orações à Presença dela e à sua Chama estão incessantemente nos lábios dos devotos à medida que buscam orientação e socorro em todas as áreas da vida.
Muito presente na cultura oriental, Kuan Yin tem despertado interesse em seu caminho e ensinamento entre um número crescente de devotos ocidentais, que reconhecem a poderosa presença da "Deusa da Misericórdia", junto com a da Virgem Maria, como iluminadora e intercessora da Sétima Era de Aquário.

A longa história de devoção a Kuan Yin mostra-nos o caráter e o exemplo desta Portadora de Luz que não somente dedicou sua vida a seus amigos mas sempre assumiu o papel de intercessora e redentora. Durante séculos, Kuan Yin simbolizou o grande ideal do Budismo Mahayana em seu papel de bodhisattva (chinês p'u-sa), literalmente, "um ser de bodhi, ou iluminação", destinado a se tornar um Buda, mas que renunciou ao êxtase do nirvana, como um voto para salvar todas as crianças de Deus.

O nome Kuan Shih Yin, como é freqüentemente chamada, significa literalmente "aquela que considera, vigia e ouve as lamentações do mundo". Segundo a lenda, Kuan Yin estava para entrar no céu, porém parou no limiar ao ouvir os gritos do mundo.

O TEMPLO DA MISERICÓRDIA



O TEMPLO DA MISERICÓRDIA
  
    O suntuoso Templo da Misericórdia, que é circundado por doze graciosos Templos menores, situa-se no Reino Etérico, sobre Pequim, China.

    Cada um desses Templos menores é consagrado a uma determinada virtude ou qualquer característica da Perfeição Divina. O discípulo carente de uma ou mais virtudes poderá receber maior impulso e purificação, para manifestar com mais perfeição as qualidades requeridas, frequentando esses Templos, enquanto, à noite, seu corpo físico descansa.

    A característica predominante que rege estes Templos é o admirável e extraordinário silêncio. O discípulo é elevado a uma vibração suave que penetra em seus corpos mental e sentimental, enquanto a sua consciência se preenche com o desejo de perdoar tudo que lhe foi imposto como injustiça. Ele também se liberta dos sentimentos de ódio, vingança e auto-justiça em relação a outras pessoas, quando, conscientemente, apela por amor e misericórdia, vivenciando, novamente, a leveza de sua consciência e alegria proveniente desta espontânea atitude.

   

Kuan Yin, “Patrona da Paz”


Kuan Yin, “Patrona da Paz”

Kuan Yin, “Patrona da Paz”, “Guardiã do Repouso e da Luz da Cura”, carrega a Chama Perolada da Compaixão – o caminho que leva à paz, pois traz serenidade, quietude, amor, alegria e cura.

Enquanto o sofrimento de pena nos coloca numa posição superior aos outros, a compaixão é um sentimento que nos leva a ajudar as pessoas a se livrarem de seus sofrimentos, sem que nos envolvamos com eles. Portanto, devemos nos colocar ao lado delas incondicionalmente, sem que haja de nossa parte qualquer tipo de julgamento e sim um propondo sentimento de ajudá-las a aliviarem os seus problemas.

A compaixão é como um sintoma radiante e contagioso de luz. Se você irradiar a luz que existe dentro de você, acabará difundindo-a por meio do seu exemplo. Quanto mais compaixão você tiver pelas pessoas, mais compaixão elas terão por você e, assim, passarão a viver num estado maravilhoso de bem-aventurança, serenidade e paz. Comece a praticar, diariamente, a compaixão na sua vida e contemple as pessoas à sua volta em vez de julgá-las. Não as menospreze, não sinta inveja nem lhes deseje o mal, só ame-as e permita que o sentimento de amor torne-se um canal entre vocês, na maneira de como se tratam e conversam. Demonstre e expresse a energia criativa da sua compaixão e de sua beleza interior.

Há uma história que acho interessante para colocar aqui. Conta-se que:

“Um rapaz procurou Sócrates e disse que precisava contar-lhe algo.
Sócrates ergueu os olhos do livro que lia e perguntou:

O que você vai me contar passou pelas três peneiras?

Três peneiras?

Sim. A primeira peneira é a verdade.

O que você vai me contar dos outros é um fato?

Caso tenha ouvido contar, a coisa deve morrer aí mesmo.

Suponhamos então que seja verdade. Deve então passar pela segunda peneira: a Bondade.

O que você vai contar é coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo?

Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela terceira pe-neira: a Necessidade.

Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta?
E arremata Sócrates: – Se passar pela três peneiras, conte!
Caso contrário, esqueça e enterre tudo.
Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e levar discórdia entre irmãos, colegas de planeta.

Devemos ser sempre a estação terminal de qualquer comentário infeliz.”
Lembrando também que:

“Pessoas sábias falam sobre idéias!
Pessoas inteligentes falam de coisas!
Pessoas medíocres falam das pessoas!”

Aprenda a ter e sentir compaixão pelas pessoas e revele a grandeza do seu ser, mesmo nas pequenas coisas. Muitas vezes, o que julgamos ser algo pequeno e insignificante pode não ser para muitos. Se você não puder fazer o bem, não faça o mal. Só o fato de você não fazer o mal, você já está praticando o bem, principalmente para você, pois a pior maldade que você pode lhe fazer é levar o mal para a vida das pessoas. Assim sendo, co-mece a ter compaixão por você mesmo, pois, quando isto você aprender, verá o quanto mais fácil é ter compaixão pelo seu próximo.



Texto do livro "Kuan Yin a Deusa dos Milagres".


por: Fatima dos Anjos

Agradecemos a inclusão deste blog em seu compartilhamento.
http://kuanyinportalarcoiris.blogspot.com.br/

╚══►Venham conhecer nosso site na plataforma ning: 
http://portalarcoiris.ning.com/

╚══►Venham conhecer comunidade do Portal Arco Íris no facebook o link é:



sábado, 22 de outubro de 2016

Mestra Ascensa Kuan Yin - A Salvadora Compassiva



Mestra Ascensa   Kuan Yin - A Salvadora Compassiva

Kuan Yin é a Salvadora Compassiva do Leste. Por todo o Oriente altares dedicados a esta Mãe da Misericórdia podem ser achados em templos, casas e grutas nos caminhos. Orações à Presença dela e à sua Chama estão incessantemente nos lábios dos devotos à medida que buscam orientação e socorro em todas as áreas da vida.

Muito presente na cultura oriental, Kuan Yin tem despertado interesse em seu caminho e ensinamento entre um número crescente de devotos ocidentais, que reconhecem a poderosa presença da "Deusa da Misericórdia", junto com a da Virgem Maria, como iluminadora e intercessora da Sétima Era de Aquário.

A longa história de devoção a Kuan Yin mostra-nos o caráter e o exemplo desta Portadora de Luz que não somente dedicou sua vida a seus amigos mas sempre assumiu o papel de intercessora e redentora. Durante séculos, Kuan Yin simbolizou o grande ideal do Budismo Mahayana em seu papel de bodhisattva (chinês p'u-sa), literalmente, "um ser de bodhi, ou iluminação", destinado a se tornar um Buda, mas que renunciou ao êxtase do nirvana, como um voto para salvar todas as crianças de Deus.

O nome Kuan Shih Yin, como é freqüentemente chamada, significa literalmente "aquela que considera, vigia e ouve as lamentações do mundo". Segundo a lenda, Kuan Yin estava para entrar no céu, porém parou no limiar ao ouvir os gritos do mundo.

KUAN YIN



KUAN YIN


Kwan Yin, é conhecida entre os chineses como a Deusa da Compaixão e Misericórdia.
É a forma feminina de Avalokiteshvara.

Designada pelos japoneses como Kannon, ela é na tradição tibetana a encarnação de Chenrezig, a qual é também considerada como protetora da “Terra das Neves" (Tibete).

Kwan Yin é tradicionalmente representada sobre uma flor de lótus, segurando um pequeno frasco onde está o néctar da vida, o qual ela asperge para a humanidade com um pequeno galho de salgueiro.

Outras vezes é mostrada sobre o dorso de um dragão.
ELA É A PORTADORA DA NOSSA CRIANÇA INTERIOR.

ELA É A GRANDE DEUSA DA VIDA


MESTRA KWAN YIN
Ela é a Deusa da Misericórdia, amparadora dos seres cujos atos geram severos ajustes cármicos.

 Mestra Kwan Yin,  representa a grande força da Mãe Universal no Oriente - assim como Mãe Maria, no Ocidente. 
Antes de Saint Germain, era ela a Chohan do Sétimo Raio. Hoje, sustenta os atributos do Raio Lilás (violeta e rosa) do perdão e da misericórdia divina, irradiado de seu Templo da Misericórdia sobre Pequin, na China.

São ilimitados o seu amor e compaixão pelos homens. A Deusa da Misericórdia, que é mediadora do Conselho Cármico, está sempre pronta a atender os desejos dos seres humanos, concedendo-lhes mais auxílio do que em verdade merecem.

O Raio Lilás ampara os seres que transgrediram gravemente as leis universais e não conseguem suportar os retornos cármicos, necessitando de uma energia mediadora ou intercessora entre o mundo das criações e a Grande Lei.

Kwan Yin já era conhecida no Extremo Oriente antes do advento do Budismo. Dentre suas várias encarnações na China, a mais conhecida foi como filha do Imperador Miao Chuang Wang da Dinastia Chou, 700 a.C. Diz a lenda que ela foi condenada à morte pelo próprio pai. Primeiro tentaram decapitá-la, mas a espada usada na execução quebrou-se em mil pedaços. Depois, ao tentarem asfixiá-la, sua alma desceu ao inferno por alguns instantes e transformou-o em paraíso. Ela é hoje a madrinha da nação chinesa.

Kwan Yin fez o voto de "bodhisattva", que significa "buda de compaixão", e comprometeu-se a trabalhar pela evolução do planeta e do Sistema Solar. É o complemento divino ou contraparte feminina do Senhor Maitreya e invocada, no Oriente, pelos devotos por meio do mantra OM MANI PADME HUM.


por: Fatima dos Anjos

Agradecemos a inclusão deste blog em seu compartilhamento
http://kuanyinportalarcoiris.blogspot.com.br/

╚══►Venham conhecer nosso site na plataforma ning: 
http://portalarcoiris.ning.com/

╚══►Venham conhecer comunidade do Portal Arco Íris no facebook o link é:




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...