Testo


Namo Kuan Shih Yin Pu Sa
Fatima dos Anjos - Portal Arco Íris


Bem Vindos

Bem Vindos ao Portal Arco Íris - Kuan Yin

domingo, 14 de julho de 2019

OS SETE ENSINAMENTOS DO LIVRO TIBETANO DO VIVER E DO MORRER


luz de gaia
OS SETE ENSINAMENTOS DO LIVRO TIBETANO DO
VIVER E DO MORRER
por Sogyal Rinpoche

Na história da humanidade, sempre houveram muitos documentos e instruções que foram descobertas, mas nós agora lidamos com um problema: qual deles seguir? Bem, isso, cada um de nós precisará decidir por qual destino gostaria de seguir. De qualquer modo, esses antigos Ensinamentos Tibetanos irão simplificar um pouco sua vida.
Muitos pesquisadores e filósofos já anotaram, escreveram e tipificaram o que eles achavam que deveria ser feito aqui e porquê estamos aqui, em primeiro lugar. Muitas pessoas, na Era do Transcendentalismo tentaram tornar a vida mais fácil, e destacaram as necessidades básicas da vida. É uma tendência que parece nunca diminuir, e há vários tons de diferentes algoritmos, criados para informar, no tocante a proposta de uma vida mais simples.
O Livro Tibetano do Viver e Morrer, escrito por Sogyal Rinpoche em 1992 é um livro extremamente sábio que destaca apenas as lições mais importantes a serem aprendidas no decorrer da vida. O livro consiste em ensinamentos do Budismo Tibetano. Ensina várias lições Tibetanas diferentes, que são maneiras de viver e morrer bem, de acordo com o autor do livro, Sogyal Rinpoche.

Felicidade Depende de Você

O objetivo e ambição mais proeminente na jornada da vida das pessoas, é alcançar a felicidade em tudo. O livro é poderoso, e consegue tocar o coração e despertar a alma.

Morrer em Paz

Como Budista, vejo a morte como um processo normal, uma realidade que aceito que irá acontecer, já que estou nesta existência terrena. Sabendo disso, não é possível escapar dela e não vejo o porquê de se preocupar com ela. Minha tendência é pensar na morte como se fosse uma troca de roupa, quando elas já estão velhas e usadas, ao invés de um derradeiro fim.
Ainda assim, a morte é imprevisível. Nós não sabemos quando ou como acontecerá. Então o que nos resta é tomar certas precauções, antes que aconteça. Naturalmente, a maioria de nós gostaria de ter uma morte pacífica, mas parece sensato dizer que não podemos esperar uma morte pacifica se nossa vida tem sido cheia de violência, ou se nossas mentes têm sido agitadas, grande parte do tempo, por emoções como a raiva, o apego ou o medo. Então, se queremos morrer bem, precisamos aprender como viver bem. Para esperar uma morte tranquila, precisamos cultivar paz em nossa mente, e em nosso modo de vida.

Saia da Armadilha da Ansiedade Habitual

Acima de tudo, esteja á vontade, seja natural e espaçoso, o quanto for possível. Saia, sem alarde, da armadilha da sua ansiedade habitual, solte todas as amarras, e relaxe em sua verdadeira natureza. Pense em suas emoções comuns como um bloco de gelo ou um pedaço de manteiga colocados ao sol. Se você estiver sentindo-se duro e frio, deixe essa agressividade dissolver-se na luz clara do sol de sua meditação. Deixe a paz trabalhar em você e permita reunir a sua mente dispersa, em uma mente de atenção plena de Calma Permanência, e desperte em você a consciência e os vislumbres da Visão Clara. E você encontrara toda a sua negatividade desarmada, sua agressividade dissolvida, e sua confusão evaporando lentamente como neblina em um vasto céu imaculado de sua natureza absoluta. Sogyal Rinpoche.

Conheça a Si Mesmo

Despidos de nossas referências familiares, ficamos frente à frente apenas com nós mesmos, uma pessoa que não conhecemos, um enervante estranho com quem temos vivido desde sempre, mas com quem nunca quisemos realmente encontrar. Não é isso o temos tentado fazer, preenchendo cada momento do nosso tempo com barulho e atividade, sendo chato ou trivial, para assegurar-nos que não fossemos deixados em silencio com o estranho que somos nós mesmos?

Verdade Espiritual e Senso Comum

Verdade Espiritual não é algo elaborado ou esotérico. Na verdade, é de fato, profundo senso comum. Quando você descobre a natureza da mente, camadas de confusão são retiradas. Na verdade, ninguém “se torna” um Buda, você simplesmente cessa, vagarosamente, de estar iludido. E ser um Buda não significa ser algum tipo de onipotente superman espiritual, mas tornar-se, finalmente, um verdadeiro ser humano.

Meditação Liberta a Mente

Devote sua mente à confusão e, sabemos muito bem se formos honestos, que ela se tornará um mestre Obscuro da Confusão, presa aos seus vícios, sutil e perversamente influenciada em sua escravidão. Devote sua mente à meditação no intuito de libertar-se a si mesmo da ilusão, e descobrirá que, com tempo, paciência, disciplina e o treinamento certo, sua mente irá tornar-se livre e conhecerá a bem-aventurança e a claridade. Sogyal Rinpoche
O presente por aprender a meditar é o maior presente que pode ser dado a si mesmo nesta vida. Pois é apenas através da meditação que você poderá empreender a jornada de descoberta de sua verdadeira natureza, e encontrar, então, a estabilidade e confiança que precisará para viver e morrer bem. Meditação é a via para a iluminação... Sentado quietamente, corpo firme, silencioso, mente em paz, deixe seus pensamentos e emoções, o que aparecer, chegar e ir embora, sem se apegar a nada.
Songyal Rinpoche.

As Coisas Não Acontecem como Você Quer

Planejar o futuro é como ir pescar em um poça; nada funciona como você queria, então desista de todos esses esquemas e ambições. Se você tiver que pensar sobre algo – pense sobre a incerteza do momento da sua morte.

Acolha a Impermanência e a Humildade

O que nasce, há de morrer. O que foi colocado junto, irá dispersar-se. O que foi acumulado, será exaurido. O que foi construído, irá colapsar, e o que está no alto virá abaixo.

A Ilusão de Ótica da Separação

Um ser humano é parte de um Todo, chamado “Universo”, uma parte limitada no tempo e espaço. Ele experimenta a si mesmo, seus pensamentos e sentimentos, como algo separado do resto – uma forma de ilusão de ótica de sua consciência. Essa ilusão é um tipo de prisão para nós. Restringindo-nos a nossos desejos pessoais e à afeição de algumas pessoas que nos rodeiam. Nossa tarefa deve ser libertar-nos desta prisão ao ampliar nosso círculo de compaixão, de forma a abraçar todas as criaturas vivas e Toda a natureza.

Sogyal Rinpoche
http://www.crystalwind.ca/find-your-way/many-paths/buddhism/seven-teachings-from-the-tibetan-book-of-living-and-dying

Tradução e criação da imagem Milena Morvillo millamorvis@yahoo.com.br 

quarta-feira, 10 de julho de 2019

A verdadeira misericórdia


Kuan Yin – A verdadeira misericórdia 

por Luciana Attorresi

Mensagem canalizada em 8 julho 2019 – Kuan Yin

Meus queridos, que todo amor e paz que existe em mim, seja também em cada um de vocês.

Em muitos países do Oriente, eu sou conhecida como a deusa da Misericórdia, e é sobre isso que eu quero falar hoje. A misericórdia vos foi explicado de uma forma um pouco diferente do que ela realmente é.

A misericórdia não é fazer a qualquer custo algo por alguém. Eu disse  acima que “ o meu amor e minha paz estejam com vocês”, pois bem, eu emano para vocês a paz e o amor não porque tenho que fazer isso, mas sim porque fazer isso me dá paz, me dá felicidade, então eu crio mais felicidade dentro de mim através de vocês.

Isso é misericórdia, quando vocês fazem algo para alguém por dever ou esperando receber em troca um sorriso ou um agradecimento, vocês não estão criando felicidade ou paz dentro de vocês, por consequência não é misericórdia, é apenas uma ação com uma segunda intenção.

Não importa o quão “grandioso” seja a ação,  se não te traz felicidade e paz não é misericórdia.

Respeitem a si mesmos e não se entreguem nas mãos das outras pessoas, porque é isso que acontece quando vocês fazem uma ação a alguém,  e a pessoa não demonstra aquilo que vocês esperam, vos deixando triste e frustrados, vocês estão colocando nas mãos das outras pessoas, não estão respeitando a si mesmos.
Façam por que estão com vontade de fazer, sem esperar o retorno da gratidão do da outra pessoa, façam um para se sentirem em paz, então nada que a outra pessoa faça poderá vos  tirar a sensação que a misericórdia pode vos trazer.



Tentar mudar o Mundo e a humanidade é uma falta de amor. Tentar mudar a si mesmo é um ato de misericórdia para com toda a Criação.
Eu vos deixo todo o amor que existe no Raio Violeta.
Eu Sou Kuan Yin
Canalizado por Luciana Attorresi
Editor exclusivo do Trabalhadores da Luz

sábado, 15 de junho de 2019

A VERDADEIRA ABUNDÂNCIA É A TUA CONSCIÊNCIA


A VERDADEIRA ABUNDÂNCIA É A TUA CONSCIÊNCIA


Tantas vezes, escutaste que para conseguir algo em tua Vida é necessário lutar, lutar, lutar, esforço, dor e sofrimento para conseguir alguma coisa, e quantas vezes, escutaste e cobraram-te, para conseguires isto e aquilo, tiveste de abdicar disto e daquilo como se para conseguir algo fosse necessário lutar.

Se levas esta vida numa luta, guerra irás encontrar.

Não há lutas, a maior luta que estás a travar é a Luta Interior, a Luta contigo mesmo, com a tua Essência, com a tua Origem porque muitas vezes, distancias-te tanto daquilo que Tu És, sem reconheceres os que És, A Abundância é para Todos, não é só para ricos.

A verdadeira pobreza é o nível de Consciência em que te podes encontrar ou vibrar e a Verdadeira Abundância é o nível de Consciência que pode expandir, atingir, conhecer, libertar de ti, giras, voltas e voltas, olhando para Ti, só para Ti como se tu fosses o centro das atenções e o teu Ego domina dizendo: coitada de mim, que não tenho sorte, as coisas não correm bem, aos outros acontecem coisas tão boas, não me acontece nada, a mim não me acontece nada, não muda nada, coitadinha de mim…queres ser o centro da atenção, querem que olhem para Ti?

É assim, nessa “pobreza” que vais atrair a abundância?

Olha, para ti, perante uma experiência mais difícil para o teu crescimento, para o teu patamar de Consciência Maior, não reconheces isso.

Não, porque o teu interesse, o teu desejo, a tua vontade, a tua pequena vontade muitas vezes é superior… do que a Vontade do Universo, para Ti.

O Universo é perfeito, recorda, que o Universo é perfeito e que fazes parte desse Universo e julgas ser o Centro do Universo?

 Olhando para ti, “coitada de mim”, pedindo atenção, mendigando…aí estás em completa carência.

Vives numa carência atroz e essa é a verdadeira pobreza, a Consciência, onde te queres situar.

Há crenças enraizadas, impressas, embutidas, tatuadas por todo o teu Ser, crenças antigas, padrões antigos, de formas e formas que tu nem ousas saber.

Há um trabalho árduo, de Libertação, de consciencialização para encontrar essa resposta da Consciência. Para muitos é um trabalho de Vidas após Vidas, muitas Almas vivem numa carência, numa ignorância sentindo-se tão distantes do Todo, do Universo, por isso nada têm, julgando, pensando que nada são, essa é a carência, a carência e a pobreza não é material é consciencial.

A Verdadeira Abundância está no nível da tua Consciência.

Desperta!

por Noélia Sousa

quinta-feira, 28 de março de 2019

Pedido de Intercessão Divina à Kuan Yin


Pedido de Intercessão Divina à Kuan Yin
Invoque a intercessão divina nas suas relações entre amigos, negócios, divergências pessoais, em todos os setores da sua vida.

Você poderá pedir também por intercessão divina em favor de outras pessoas  (diga o nome das pessoas pelas quais está intercedendo) como  também em favor da sua cidade, no governo dos estados, dos países e em favor do planeta.

Invocação
Em nome do meu EU Superior, o meu Santo Cristo Pessoal, Eu . . . .(diga seu nome completo) ....., Invoco a intercessão Divina da Deusa da Misericóridia KUAN YIN com seu  Poder, Amor e Sabedoria, para atuar aqui e agora em todas as áreas da minha vida (se quiser mencione suas intercessões aqui por terceiros).

Amada Deusa da Misericórdia Kuan Yin, Invoco vossa Divina Presença aqui, agora eternamente sustentada.

Flamejai a vossa substância luz de Amor e Misericórdia sobre mim e todos pelos quais neste momento suplico vossa intercessão e misericórdia.

Flamejai a vossa Poderosa Luz, transmutando, dissolvendo e desfazendo toda energia que mal qualificamos e libertai-nos de suas causas e efeitos passados, presentes e futuros; substituí toda imperfeição pela vossa luz, Liberdade, Misericórdia Pureza, Paixão e Perfeição.

Dissolvei todas as energias mal qualificadas que nos causam enfermidades, limitações financeiras, profissional, social, intelectual, nas nossas relações afetivas,  de  negócios, entre amigos  e em todos os setores de nossas vidas.  Transmutai as barreiras entre a percepção externa da mente e a nossa percepção da alma.

 . . . . . . . . . . . . . . . . . . você poderá repetir fortificando sua invocação, a partir de "Eu invoco" sem precisar colocar seu nome completo a partir da segunda vez. repita sempre por 3x, 6x, 9x ou múltiplos de 9 vezes.

Eu confio na intercessão e misericórdia da amada Kuan Yin e na Manifestação de Seus Milagres. (3x)
Amém

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

ACOLHAM AS ENERGIAS DA RENOVAÇÃO


ACOLHAM AS ENERGIAS DA RENOVAÇÃO

Mensagem de Kuan Yin através de Michele Martini
25 de setembro de 2018

Amados filhos

Vocês estão envolvidos em dúvidas que os levam ao desequilíbrio. Pensam estar em situações sem solução, nas quais seria necessário inserir energia em movimento para resolver o que os perturba.

Mas e se experimentarem deixar, entregar e observar?

Estão abraçando e trazendo para vocês situações que não fazem parte de sua história e seu plano terreno, e por isso a energia que é necessária para caminhar em tal direção é tanta, e ainda assim sem trazer solução.

O que não tem solução, filhos, resolvido está.

Apenas deixem estar. Aceitem o que o Universo mostra a vocês. A causa do sofrimento é a insistência em controlarem através da mente, movidos por sentimentos de insegurança, medo e ansiedade.

O que o Universo traz a vocês flui naturalmente, filhos, não é necessário colocarem energia ou se esforçarem para algo dar certo.

Quando entregam em confiança no Divino, a vida flui, a energia antiga se vai, e vocês são preenchidos pelo novo.

As energias velhas que carregavam estão presas a vocês por restrições internas de medo, e isso os mantêm prisioneiros nos ciclos de sofrimento.

Basta entregarem em confiança, filhos.

Ainda que venha a dor da separação dessa velha energia que carregavam, essa dor é apenas uma ilusão que nasce das restrições que carregam. São criadas pela mente, filhos.

Ao soltarem o controle e permitirem que o velho se vá, as energias da renovação os preencherá de luz e equilíbrio, de harmonia interior.

Confiem no fluxo Divino, filhos. Ele circula por vossos corpos a purificar e limpar todas as restrições que carregam, e que irão desvincular vocês de conexões estabelecidas na matéria que impedem seu caminhar.

Repitam:

Eu sou a energia da renovação e da transformação.

Eu sou a paz e o equilíbrio que vem da confiança e fé em Deus.

Eu sou a transformação e o equilíbrio do Ser liberto de suas restrições.

Eu sou a fortaleza da doçura e do amor que nasce da transmutação da densidade antiga.

Nesse momento decreto:

Deixo ir a velha energia e acolho a nova com amor e gratidão.

Minha vida se torna doce e leve.

A alegria me preenche.

Sou um Ser Divino e irradio minha luz por onde eu caminhar.

Eu Sou, Eu Sou, Eu Sou

Sou sua mãe amorosa que traz a transformação e o equilíbrio do Ser Divino, que retorna ao seu estado primordial em harmonia e união com Deus.

Kuan Yin
Michele Martini
Fonte:http://www.pazetransformacao.com.br/2018/09/acolham-as-energias-da-renovacao-kuan.html

sábado, 30 de dezembro de 2017

O AMOR É A CHAVE

O AMOR É A CHAVE

 O que é isso que nos faz tirar forças dos recantos mais profundos de nosso ser, e que nos faz transcender nossas próprias limitações? O que é isso que consegue iluminar as trevas mais densas, nos fazendo enxergar, superar e caminhar por todas as adversidades? O que é isso que acalenta nossos espíritos quando a noite mais fria abraça nossos corpos? O que é isso que faz com que nos entreguemos de corpo e alma ao mundo, caminhando firmes e seguros em nossas direções? Que sentimento é esse que não vê cor, aparência, formato, crença, limitações, compreensões, inteligência, entendimento, índole, luz ou escuridão, pois independe de tudo para ser o que é? É este o sentimento que transcende todas as nossas compreensões? É este o sentimento do eterno? É este o verdadeiro amor?

O amor verdadeiro não se limita, não impõe condições, não busca conforto. O amor verdadeiro não é aquele que só afaga e diz aquilo que se quer ouvir. O amor verdadeiro não está fundado em hipocrisia. O verdadeiro amor é aquele se espalha aos quatro ventos, sem preconceitos, sem querer nada em troca, buscando apenas ser quem realmente é. Ele dá bronca quando é necessário, carinho quando é possível. Não busca querer agradar, busca ajudar na caminhada de cada um, independente do que seja necessário. O amor verdadeiro não é egoísta, às vezes abdica de sua imagem, credibilidade e confiança sempre em pró da evolução de cada um. Este é o amor incondicional. Um amor sem Ego, e sem dependências e limitações do mesmo.
O amor incondicional não diz o que se quer ouvir, mas o que se precisa ouvir. Ele não está preso ao que é certo ou errado, ele está além disso. Ilumina-se pois é parte da fonte primordial, portanto transcende a dualidade, transcende os pensamentos lineares, transcende os julgamentos mundanos. Sua verdade é a mais próxima da verdade una, e apenas quando nossos corações estão abertos e completamente entregues à luz é que conseguimos então abraçá-lo em toda a sua grandeza. Não, o amor incondicional não quer parecer bom, pois não quer parecer nada, só quer fazer o que é certo, ou mais próximo do que é verdade. Se para isso tiver de se tornar o vilão da história, assim o fará, pois está muito além dessas limitações.

A Chave da Vida

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Feliz Ano Novo.

Feliz Ano Novo.
Tudo que começa termina. Entretanto não há começo nem fim.
Tudo está em constante transformação. Como disse Lavoisier, nada se cria, nada se destrói, tudo se transforma, somos co responsáveis pelas transformações que estão acontecendo agora, pois somos a vida da Terra. De certa forma estamos todos e todas interligados.
É impossível nos separarmos do ar, do vento, da terra, das águas, das plantas, animais, outros seres humanos. Impossível nos recortarmos do passado, do futuro, do presente. Não viemos de fora, não vamos para fora.
Somos o processo vida em constante transformação.
Nossa maneira de pensar, olhar, falar, agir pode direcionar essa transformação.
Será que não queremos todos e todas viver em respeito e harmonia?
Será que não queremos ter ar, terra, água, plantas e animais saudáveis?
Será que podemos nos relacionar de forma menos violenta e agressiva.
Somos realmente capazes de compreender a nós mesmos e às pessoas com quem trabalhamos juntas?
Somos capazes de ver, ouvir e entender a nós e aos outros.
Pare por um instante.
Sinta sua respiração.
Perceba seus pensamentos e seus silêncios mentais.
Reconheça suas emoções.
Não reaja.  Aja.
É fim de ano.
Fim de uma fase em sua vida.
Fim de um capítulo, de um romance, de uma novela, de uma notícia. Para alguns é o fim de uma vida.
Isso significa que um ano novo vem chegando.
Uma nova fase se iniciando.
Um novo capítulo, um novo livro, notícia.
Para alguns é o início da vida.
Então, sorria.
Esta experiência de vida humana é rara, preciosa.
Passageira, rápida.
Aprecie sua vida.
Aprecie cada instante, cada experiência.
Mas não se omita.
Manifeste-se com sabedoria e compaixão.
Saiba compreender e acolher.
Transformar pelo amor.
E a vida se torna um processo delicioso, bonito, perfumado, sadio.
Saúde física, mental, social.
Que o ano possa findar com alegrias e grandes realizações.
Que o ano novo possa se iniciar novo, vazio, cheio de possibilidades e esperanças.
Faça sempre o seu melhor.
Procure a excelência.
Estamos terminando.  Estamos começando.
Sê feliz.
(Monja Coen)  .


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...